Produtos

A Ecofibra dispõe de engenharia e tecnologia que combina o processo de filament winding com técnicas de automação e controle, resultando em produtos de alta qualidade, alta produtividade com redução de custos.

Postes para Distribuição de Energia

Fabricados pelo processo de filament winding, os postes para distribuição de energia possuem alturas de 7 a 13 metros, cargas nominais de 100 a 2000 daN, podendo ser inteiros ou seccionados em 2 ou 3 partes.

Os postes de distribuição de energia são padronizados nas concessionárias de energia do Brasil e são divididos nas seguintes categorias:

Postes para Transmissão de Energia

Também fabricado pelo processo de filament winding, os postes para transmissão de energia possuem alturas de 14 a 44 metros, sendo necessariamente seccionados em partes, com cargas nominais de 600 a 3000 daN e podem ser utilizados para áreas urbanas (postes monolíticos tipo “linepost”) ou rurais (estruturas com 2 ou 3 postes e cruzetas tipo “H”).

Postes para Iluminação

Os postes para iluminação são postes decorativos fabricados pelo processo de filament winding e posteriormente um pós-tratamento superficial que faz com que sua superfície externa fique totalmente lisa.

Os projetos de iluminação são realizados conforme a norma ABNT NBR 6123, respeitando as velocidades de vento de cada região.

Os postes decorativos possuem alturas de 2,5 a 20 metros, com cargas nominais de 50 a 300 daN e podem ser fornecidos com ponteira de adaptação para luminária de topo ou com braços simples e duplos em PRFV. Além disso, dependendo do projeto, são fornecidos com base (flange) ou engastados diretamente ao solo.

As torres de iluminação podem ser fornecidas com alturas até 44 metros e cargas nominais até 3000 daN e normalmente são seccionados.

Postes de Entrada

Os postes de entrada em PRFV são fabricados pelo processo de pultrusão com perfis quadrados sem conicidade, em substituição ao padrão de aço, ou quadrado cônico fabricado por filament winding em substituição ao padrão de concreto.

Possuem alturas até 9 metros e cargas nominais até 300 daN respeitando as características e necessidades técnicas de cada concessionária de energia.

Cruzetas

As cruzetas em PRFV são fabricadas pelo processo de pultrusão, no qual o nome veio do inglês “pull through” (puxar através), onde as fibras de vidro impregnadas com resina poliéster são puxadas através de um molde aquecido, com temperaturas variando de 60 a 250 °C, adquirindo o formato final da peça.

Possuem seção contínua com comprimentos, resistências e furações de acordo com as especificações técnicas de cada concessionária de energia elétrica.

Todas as cruzetas possuem acabamento com pintura em PU acrílico e são anti-chamas.

Atende integralmente a ABNT NBR 15956.